Publicado por: Raphael Godoy | 20 junho , 2010

Greve dos Professores

Apesar da greve ter acabado e as aulas terem voltado ao normal, o assunto ainda gera comentários por aí. Neste fim de semana tive a oportunidade de conversar com um dos participantes do movimento grevista em João Monlevade e tive a triste constatação que nossos políticos pouco estão interessados no tema educação.

Durante a greve, os professores participaram de atividades em Belo Horizonte com a finalidade de pressionar o governo e acelerar o ritmo das negociações. Estas viagens a capital tinham custo que estavam sendo bancados pelos próprios professores grevistas. Então, foi feito um pedido junto aos vereadores para conseguir uma ajuda para que as viagens pudessem ser realizadas. Alguns vereadores, prometeram conseguir recursos junto a deputados estaduais que se interessavam em ajudar o movimento grevista, mas não conseguiram. Então, de acordo com a minha fonte, estes vereadores anunciaram aos 4 ventos que eles iriam contribuir para que a viagem pudesse ser realizada, inclusive, cavando uma boa manchete nos jornais da cidade. Mas, infelizmente, o movimento grevista não viu um centavo desta ajuda anunciada.

Nada contra vereador não custear movimentos deste tipo, acho até errado que eles incentivem paralizações de serviço público, ao invés de procurar soluções. O errado é utilizar causas como esta para se promover diante de um eleitorado que está sendo formado ainda. Alunos de 2º Grau, são pedras preciosas que precisam ser bem trabalhadas e quando politicos se interessam pela causa deles rapidamente se cria uma identificação e nas próximas eleições serão lembrados.

Ainda falta documentos que comprovem a atitude dos vereadores mencionados e a veracidade da informação passada pela minha fonte. Mas, conhecendo a forma de fazer política da grande maioria de nossos representantes, fui incitado a acreditar mesmo sem ter como provar.

Anúncios

Responses

  1. Não sei quem seriam os edis envolvidos, mas afirmo com convicção: acredite no pior. A priori, nenhum deles deveria realmente incentivar a interrupção de serviços de urgência (como o é a educação pública no Brasil inteiro). In secondo, manipular de forma a obter benefício eleitoreiro em troca de desperdicio baboseiro é marca registrada de 79,9 % dos políticos nacionais.

    Viva-se com um barulho desses! E nem é de vuvuzela.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: