Publicado por: Raphael Godoy | 15 abril , 2010

O reajuste dos servidores públicos

Apesar das negociações do reajuste do servidor público estarem rolando já faz um tempo, ainda não havia escrito uma linha sobre o assunto. Mas, vamos lá, que o tempo urge.

Vamos recaptular a história do reajuste dos servidores começando em 2008 quando Prandini era apenas pré-candidato não declarado e militava a favor do sindicato. Na ocasião os servidores pediam um reajuste altíssimo, 30% o que dentro da realidade financeira do município era impossível de atender, dentre vários motivos, porque com o reajuste os gastos com salários passariam da porcentagem máxima permitida pela lei de responsabilidade fiscal. No entanto, Prandini e demais continuaram afirmando que o reajuste era possível. No fim, venceu o bom senso e sem chegar a um acordo a prefeitura repassou uma porcentagem muito longe da solicitada pelos servidores públicos. Só para constar, neste ano a arrecadação da Pref. Municipal foi de R$121 milhões de reais. Fim do ano de 2008, reajuste maior na pauta do candidato Gustavo Prandini, sindicalistas apoiando o prefeito e eleições vencidas com uma margem insignificante, mas importante.

2009: Novamente reunião com o sindicato dos servidores públicos, dentre os assuntos em pauta, de novo pedido de 10%* de aumento para os servidores. Mas aí, o discurso do Prefeito Gustavo Prandini mudou completamente e já não era possível mais o aumento de 10%, o motivo desta vez era a crise. Os sindicalistas, que até 2008 achavam que tudo era possível e que dinheiro brotava dos cofres da prefeitura, assim como, xuxu dá em rama, ficaram do lado do prefeito e conseguiram convencer a todos que não dava pra fazer porque faltava dinheiro, já que o mundo estava em crise. Conclusão: o aumento dado foi menor que o pedido. Porém, em 2009 a arrecadação da prefeitura foi tão alta quanto em 2008, R$120 milhões de reais. Ou seja, dava pra praticar este aumento até pequeno se comparado com os 30% de 2008.

Agora é 2010, e vamos ver qual desculpa para emperrar as negociações. O maior problema de se fazer promessas e planos de governo em cima de desejos de uma classe ou população é que nem sempre são viáveis e o eleitorado pode até ser facilmente manipulado durante o tempo, mas enrolar durante 4 anos é preciso ter muita ginga.

UPDATE:
Acabo de ler no Jornal Bom Dia, que em reunião da prefeitura com o sindicato, foi acertado um reajuste de 6% já para este mês, podendo ter um novo aumento de 4 a 6% para os próximos. Assim, o aumento total variaria de 10 a 12%. Isto porque os cálculos da prefeitura e sindicato divergem em mais de R$10 milhões em relação a arrecadação total do município. Aposto nos 10%. O que já estaria de bom tamanho. Mas só não entendo como a prefeitura pode falar em aumento de salário de servidores quando, ao mesmo tempo, prevê uma queda de R$8 milhões na receita do munícipio este ano.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: