Publicado por: Raphael Godoy | 2 abril , 2009

Quase 100

Após os quase 100 dias de governo, enfim, o Prefeito Prandini começa a mostrar a que veio. Intrigas da oposição e erros a parte, a atual administração, vem conseguindo ganhar um pouco da minha simpatia.

Primeiro foi o anúncio de dois novos cursos para Ufop, dias depois garantia de CEFET em João Monlevade ainda no segundo semestre. Na semana passada o lançamento da pedra fundamental da ETE (vai demorar ficar pronta, mas pelo menos já saiu do papel), aprovação do projeto “Bebê a Bordo” e agora o pré-vestibular gratuito que será mantido.

Além disto, as críticas ao governo diminuíram. Ou Prandini está ganhando a confiança do povo ou povo está sendo mais paciente com o jovem prefeito. As reclamações quanto ao serviço de saúde se tornaram mais raros (fontes próximas ao governo, garantem que funcionários empregados pela antiga administração estavam de “complô contra o governo Prandini”), coincidentemente, dias após a informação ter chegado ao meu conhecimento, várias pessoas ligadas ao Pronto Atendimento e serviço de saúde foram substituídas. Novamente, coincidentemente, as queixas diminuíram.

Outro ponto positivo é a insistência em convidar a população a participar do planejamento do governo. Seja através do Plano Pluria Anual (PPA), Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), Lei Orçamentária Anual (LOA) ou na reativação do Orçamento Participativo (OP) e dos Conselhos Municipais.

Uma outra coisa que deve ser considerada é que um dos grandes problemas enfrentados por Prandini, foram os danos causados pelas chuvas, que esburacaram o município, mas nem mesmo o melhor prefeito do mundo estaria livre de tais problemas.

No entanto, nada exime ou justifica os inúmeros erros cometidos pelos assessores do prefeito, que tentam maquiar ou não revelar algumas coisas, por medo da reação da oposição, ao invés, de encarar a situação de peito aberto. Quer um exemplo? No jornal Bom Dia, do dia 31 de março, foi publicado um comunicado avisando que o relatório da execução orçamentária do 1º Bimestre já estava no quadro de avisos da prefeitura desde o dia 30 de março. Agora, adivinha. Até ontem, dia 1º de Abril, não havia nada no mural da prefeitura após a data de 31 de dezembro de 2008.

O mesmo ocorreu durante a apuração sobre o pré-vestibular gratuito, quando a prefeitura preferiu não repassar informações mais detalhadas sobre o programa que constam no edital da licitação. Porque? Não sei. Mas, gostaria de saber.

No entanto, prefiro atribuir grande parte destes erros à inexperiência da equipe. Mas, inexperiência é uma coisa que com o tempo se vence. Se não mudar, de inexperiência vai para a incompetência e aí a história muda.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: