Publicado por: Raphael Godoy | 19 fevereiro , 2009

Primeiros comentários

Pouco depois de 45 dias do Governo Gustavo Prandini, já cabe fazer alguns comentários sobre a administração do jovem prefeito – que fique claro, são comentários, não certezas absolutas.

Como profissional da imprensa são ossos do ofício investir tempo observando as movimentações do governo e aquele jogo de distração feito pelos órgãos públicos. Desviam a atenção para outro foco para esconder algo do outro lado, são como os ilusionistas. Vale ressaltar que o atual prefeito teve sérios problemas com as chuvas, o que impediu a prefeitura de fazer tudo que estava planejado para os primeiros meses.

Mas algumas coisas a prefeitura tem que entender: Não se congela preço de passagem, se a tarifa paga em dinheiro aumentou. Não se adia o Carnaval, e sim cancela e faz outra festa em outra data. R$700 mil em recursos do governo para a revitalização do areão não compensam o R$ 1 milhão de redução do VAF, a destinação dos recursos são totalmente diferentes, o VAF pode ser investido onde quiser os R$ 700 mil apenas no areão. Transparência vai muito além de mostrar onde se investe os recursos públicos. Transparência política é ser sincero diante dos desafios, não simplesmente, amenizar. Sentir medo diante de certas situações é normal, o que determina o sucesso é a forma como se encara a situação.

Prova disto foi a imensa dificuldade que a Prefeitura impôs para a divulgação do valor arrecado em janeiro. Após 18 dias solicitando, cobrando, exigindo os valores e ouvindo todo tipo de desculpas para justificar a indisponibilidade do valor, enfim, a prefeitura divulgou. Foi como se em um passe de mágica, todos os problemas tivessem sido resolvidos e o número caído do céu. Porém, a prefeitura não quis divulgar o valor arrecadado no mesmo período do ano passado. E passou porque não quis mesmo, porque era algo que demoraria questão de minutos para se fazer e como vovó já dizia, quem quer faz quem não quer arranja desculpas. Por que? Não sei. Talvez para ganhar tempo e divulgar os aspectos da crise junto com a solução e tentar passar a impressão de: A crise chegou, mas nós não sofreremos com ela porque já temos a solução.

Mas o fato é que a crise já atingiu os cofres públicos. Uma redução de mais de R$ 100 mil se comparado com a média do ano passado. Ontem, na reunião da Câmara, o vereador Zezinho Despachante que já foi Secretário de Administração da Prefeitura, já se mostrou preocupado antes mesmo dos valores serem divulgados. E reforçou a informação do Secretário de Fazendo Júlio Sartori sobre a previsão ainda maior de queda nos próximos meses, ressaltando que somente no fim do ano, volta a aumentar.

Sabemos, tanto eu quanto os mais de 16mil eleitores que elegeram Prandini, que ele tem competência para fazer muito por esta cidade e o mesmo digo de todos os secretários escalados pelo prefeito. Mas, tentar “iludir” a população não é uma coisa muito boa de se fazer. Estamos de olho.

Anúncios

Responses

  1. […] mencionado em texto anterior (veja este), algumas tentativas de manipulação da imprensa chega a ser gritante. Como foi com o […]


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: