Publicado por: Raphael Godoy | 5 novembro , 2008

(des)Ordem DeMolay I

Parece que foi ontem que aconteceu o evento mais vexatório da Ordem DeMolay que já tive conhecimento. SESC – Juiz de Fora, Minas Gerais, em algum fim de semana de Julho (eu acho). Há mais ou menos 4 anos lá estávamos nós, vários demolays, a fim de fazer novos amigos, conhecer mais sobre a Ordem e definir os futuros de Minas. Mal sabíamos que estávamos em uma briga de cachorro grande comandada por Oficiais Executivos e seus Seniors Preferidos.

Lembrei-me disto tudo, este fim de semana, quando tive a oportunidade de retornar ao SESC – Juiz de Fora. Pude ouvir as vozes que ecoavam naquela época, da imagem de um Tio Mansur cansado, se escondendo do sol em um dos vários quiosques espalhados pelo local. Fui ao ginásio onde ocorreu a abertura do Congresso e me lembrei do clima festivo que reinava até o momento. Visitei a sala de convenção, onde foram realizadas as eleições ou pelo menos se tentou realizar. E então, pela segunda vez, senti-me envergonhado de ser DeMolay, a primeira eu conto mais tarde.


Lembrei-me, como se fosse ontem, da minha chegada a Juiz de Fora, do clima de confraternização entre os demolays e de tensão entre aqueles que de fato mandavam na Ordem DeMolay mineira. É fato que a divisão da Ordem se deu pouco depois deste congresso, e é presumível que o congresso mineiro foi fundamental para que isso ocorresse, e senti-me envergonhado de ser mineiro, o que nunca havia me ocorrido antes.


Lembrei-me, como se fosse ontem, das duas eleições que presenciei: Primeiro para Mestre Conselheiro Estadual e seu adjunto, depois para a Associação Alumni Estadual. Pela primeira vez me senti envergonhado de ser DeMolay. Na primeira eleição uma total falta de respeito com os candidatos, no voto aberto, sempre que o nome de um candidato era citado, a “oposição” vaiava. Além disto, vi Mestres Conselheiros Regionais fazendo reuniões para definir em qual candidato a região votaria – Peraí. Não é o capítulo que decidi isso? – mas foi o que vi. Na segunda eleição – Peraí de novo. Não houve eleição – Oficiais executivos e alguns seniors novamente colocaram seus interesses acima da própria Ordem. Uma falta de organização, por fim, um dos candidatos desistiu da eleição. A coisa estava tão chutada que o Presidente da Assembléia – Tio/Irmão Wilson Jr. Presidiu a reunião usando um chapelão de palha, pra que isso? Não sei. Mas, Diante dos fatos, vi demolays saindo chorando e praguejando contra a Ordem que tanto amava. DeMolays que seriam pais de demolays.


Por isso este congresso foi tão importante para nossa Ordem, afinal dizem que aprendemos com os erros e nunca tantos erros foram cometidos em um espaço de tempo tão curto como este. Muitas outras coisas aconteceram por trás dos panos deste grande espetáculo que foi o congresso, e que provavelmente não presenciei, afinal, eu era apenas mais um espectador do show que foi armado. Mas não tenho medo de errar quando digo que se houvessem pessoas mais trabalhadoras e menos vaidosas a frente de nossa Ordem muita coisa seria diferente.


E o pior que cometer erros é não aprender com eles. Ainda assisto abismado, tantos líderes e “pessoas de fundamental importância” (leia-se que usam “colares multicoloridos”) cometerem os mesmos erros de outrora. Colocando suas vontades e vaidades acima de algo muito maior que qualquer um deles. Decisões e resoluções que visam números e não a base de tudo que são os demolays. Pessoas, que se acham melhores por usar um colar qualquer, e se esquecem que estão ali pela força dos outros. Olhando os rostos e nomes conhecidos uma grande maioria estava em Juiz de Fora no dia deste lamentável episódio, e quem não estava ouviu falar. Mas, parecem que serão eternos alunos, que etimologicamente falando significa que não tem luz, pois se recusam a abrir-se para o conhecimento, acreditando sempre que a sua verdade é a única.


Irmãos, aprendamos com nossos erros e recolhamos a nossa insignificância. Só estamos aqui de passagem e a única coisa que podemos fazer é deixar exemplos para quem está chegando.

Anúncios

Responses

  1. Eu também estava lá.
    Foi inesquecível.

  2. Valeu Raphael,
    com certeza muitos corações foram partidos nesta época, inclusive o meu.

    Um abraço,.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: